25 de abril de 2019

Nesta terça-feira (23) aconteceu em São Paulo a Assembleia Geral da VDI-Brasil. O encontro teve como objetivo a eleição do Presidente e Vice-Presidente bem como a apresentação da nova diretoria para 2019/2020.

Durante a ocasião, o atual Presidente Mauricio Muramoto foi reeleito por unanimidade pelos associados presentes. Em seu discurso de posse Muramoto tratou sobre as ações realizadas pela VDI no último ano e abordou os próximos passos da Instituição, que serão fundamentados em três pilares: Disseminação das Diretrizes VDI, Engenharia do Futuro e Engenhando a Diversidade.

Para Muramoto, é muito satisfatório continuar ocupando uma posição importante em uma associação que contribui ativamente com o desenvolvimento da indústria e dos engenheiros no Brasil. “Estamos vivendo um período de transição na indústria, que possui extrema importância para o desenvolvimento no mundo todo. A transformação digital já é realidade e eu me sinto motivado em fazer parte de uma associação que tem um compromisso em contribuir com os protagonistas desse processo, os engenheiros”, afirma o Presidente.

Dentre as realizações da VDI-Brasil para essa nova fase estão a certificação e comercialização de Diretrizes técnicas, criação de uma base de dados comparáveis Brasil-Alemanha sobre a engenharia do futuro, a ampliação do programa de intercâmbio Connect #TeamVDI, iniciativas no âmbito de eficiência energética, a implementação do ciclo Engenhando a Diversidade e da Escola 4.0.

Para o cargo de Vice-Presidente Tesoureiro foi indicado André Wulfhorst, gerente sênior da Mercedes-Benz. Na posição de Vice-Presidentes, os novos membros são Renate Fuchs, sócia da Porsche Consulting, José Borges, diretor da Siemens, Michael Bauer, presidente da B. GROB, Manuel Gonçalves, diretor da Voith Hydro, Jefferson Gomes, presidente do IPT, e Fernando Godoy, CEO da Gaia Hyper Group.

A diretoria agradece a colaboração dos Vice-Presidentes que pediram seu afastamento do cargo, Theo van der Loo, ex-presidente da Bayer Brasil, Ralf Dreckmann, presidente da Voith Turbo e Fernando Landgraf, ex-presidente do IPT.

Sobre a VDI

Fundada em 1956, em São Paulo, a Associação de Engenheiros Brasil-Alemanha (VDI-Brasil) desenvolve soluções para a cooperação em engenharia, tecnológica e inovação entre os dois países.

A VDI-Brasil oferece aos engenheiros da academia e indústria uma plataforma de cocriação de soluções baseadas em diretrizes e boas práticas publicadas pela VDI na Alemanha. Frutos dessa discussão técnica conduzida por clusters temáticos, são derivados uma série de projetos de colaboração, publicações, eventos, simpósios e cursos.

A VDI é reconhecida mundialmente e tem sua matriz na Alemanha, com mais de 155 mil associados, sendo a maior associação tecno-científica da Europa. No Brasil, está instalada desde 2018 no campus do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) em meio à Cidade Universitária.