18 de maio de 2022

A VDI-Brasil realizou o painel “Indústria 4.0 sob o ponto de vista de Negócio e Estratégia”, que aconteceu durante a Feira Internacional de Máquinas e Equipamentos – FEIMEC 2022. Além do painel, a Associação contou com um estande com a exposição de produtos dos associados.

O painel teve como objetivo principal sensibilizar o público em relação à indústria 4.0. Foram convidados para o painel o  Eduardo Arruda (Gerente de Produto da Phoenix Contact), a Adriana Belmiro da Silva (CEO da Balluff e VP da VDI-Brasil), o Edson Akiyama (Senior Manufacturing Manager da Basf), o João Vitor Stedile (Diretor Executivo da VDI-Brasil) e o José Borges Frias (Diretor de Inovação da Siemens e VP da VDI-Brasil). 

Dando início ao evento, Mauricio Muramoto, presidente da VDI-Brasil, explicou os conceitos gerais sobre a VDI-Brasil, como forma de intercâmbio entre Brasil e Alemanha, além da preocupação da associação acerca do avanço tecnológico. 

José Borges, Diretor de Inovação da Siemens, moderador do painel, introduziu o tema tratando sobre as estratégias para criação de uma política industrial consistente para o país. Ele dissertou sobre a necessidade de combinar tecnologias, rever modelos de negócios e entender as necessidades dos clientes, do mercado e da própria indústria. 

Na sequência, Adriana Belmiro, CEO da Balluff, afirmou que esse debate faz parte de um mundo completamente novo, que passa por uma transformação digital. “Para entender isso, precisamos antes entender onde ela acontece. Um dos principais âmbitos da transformação digital acontece entre consumidor e empresa, hoje, com os dispositivos eletrônicos, existe uma nova forma deste relacionamento acontecer. Por isso a necessidade da organização, seja ela com relação direta com o consumidor final ou B2B, de ser muito mais produtiva, inovadora, proativa e principalmente, ter seus processos digitalizados e, assim, otimizados”. 

A importância da segurança cibernética nesses processos de avanços tecnológicos foi o ponto abordado por Eduardo Arruda, Gerente da Phoenix Contato. “Junto com a Indústria 4.0 vem a necessidade da segurança cibernética, porque mesmo com tantos bônus, se tem o ônus da vulnerabilidade quando se utiliza a internet nos processos produtivos. E, por isso, as empresas precisam se preparar para, caso esse ponto de vulnerabilidade aconteça, garantir com a segurança cibernética a confidencialidade, integridade e principalmente, a disponibilidade dos dados”. 

Por fim, Edson Akiyama Senior Manufacturing Manager da Basf, apresentou a mais nova tendência, estudada pela Basf, e estruturada com o avanço do 5G, a internet dos sentidos. “Esse estudo fala que até 2030 todos os usuários da internet irão utilizar todos os sentidos na internet, como a visão, olfato, paladar, tato e audição. Na Basf acabamos de lançar um produto para a área de nutrição humana e fragrância, que se chama Cheiro Digital. Esse é um exemplo dos avanços futuros proporcionados pela internet dos sentidos e que serão cada vez mais fomentadas na indústria”, afirmou. 

Para conferir a palestra completa, acesse https://app.swapcard.com/event/industria-xperience/planning/UGxhbm5pbmdfOTA0NDUy