27 de junho de 2018

O transporte e a mobilidade urbana são fatores que costumam enfrentar diversos problemas nas grandes metrópoles do Brasil. Trânsito, transporte público superlotado, alto risco de acidentes, carência de rotas alternativas e excesso de poluição são apenas algumas das dificuldades que os brasileiros encaram todos os dias.

As cidades que hoje estão se tornando maiores são diferentes das de antigamente, tendo em vista que essas são como São Paulo, por exemplo, que cresceu de repente e possui muitos problemas a serem resolvidos. Para que esse cenário sofra mudanças, é necessária a criação de alternativas e, a partir delas, a adaptação da sociedade ao uso dessas novas possibilidades inovadoras.

A engenharia do transporte e da mobilidade estuda para melhorar o trânsito caótico das cidades por meio do desenvolvimento de soluções que variam da implantação de sistemas até a construção de alternativas de ruas, estradas e avenidas.

Para apresentar algumas soluções de transporte e mobilidade, selecionamos cinco desafios que a engenharia poderá resolver por meio de inovações que já estão sendo criadas.

Autonomia:

Os veículos autônomos são uma das tecnologias mais fascinantes aos olhos da sociedade nos dias de hoje. O engenheiro e empresário responsável pela empresa automotiva e de armazenamento de energia norte americana Tesla Motors, Elon Musk, assegura que os carros autônomos testados reduziram a incidência de acidentes em 40%, e, com o tempo, essa porcentagem tende a crescer.

Diversas montadoras trabalham dia e noite para colocar carros autônomos nas ruas até 2020, porém, não são só automóveis terrestres que estão sendo trabalhados. A tradicional fábrica britânica de veículos Rolls-Royce é um exemplo de empresa que está desenvolvendo um barco autônomo capaz de substituir embarcações da Guarda Costeira por meio de inteligência artificial e sensores especiais.

Segurança

Os sistemas de transporte e mobilidade estão cada vez mais digitais e complexos, fazendo com que haja necessidade da utilização de tecnologias como inteligência artificial, internet das coisas (IoT) e big data para que se tenha sistemas com dados atualizados, eficientes e seguros.

A internet das coisas, por exemplo, é uma tecnologia que pode aperfeiçoar mecanismos utilizados no controle de trânsito, como o monitoramento por vídeo e por radares através de ferramentas de reconhecimento ótico de caracteres, que identifica placas de veículos.

Além disso, a tecnologia também possibilita, dentre diversos sistemas, sensores posicionados em ciclovias para que se estime o fluxo de pedestres e disponibilidade de informações para a população sobre o trânsito em diversas regiões de um município.

Sustentabilidade

A poluição é um problema mundial que afeta diretamente todas as populações, e, por isso, muitos países já perceberam o perigo e tentam controlar a emissão de poluentes por meio de alternativas. As soluções buscadas vão desde o uso de biodiesel e etanol (fontes renováveis) até a utilização de veículos elétricos, que não emitem quaisquer tipos de gases nocivos para o meio ambiente.

Os veículos elétricos começaram a ser desenvolvidos em 1800 e hoje as grandes montadoras tradicionais, como BMW e General Motors, estão todas investindo nesses tipos de automóveis, que chamam a atenção da população que está cada vez mais ligada a assuntos sustentáveis.

Conexão

Hoje, ter aparelhos e sistemas conectados é indispensável para que haja um grande aproveitamento de tudo o que a tecnologia proporciona. A internet das coisas permite o monitoramento de veículos, o que otimiza rotas, por meio de coleta de informações e uso da internet. Com IoT, também se torna possível conseguir melhor aproveitamento de recursos, decisões rápidas e maior controle sobre mercadorias.

Em Salvador, por exemplo, é utilizado um sistema de semáforos inteligentes e interligados provenientes da tecnologia de IoT, que permite que se tenha uma configuração mais eficiente do funcionamento dos semáforos.

Eficiência

Ônibus, metrôs, VLTs (veículos leves sobre trilhos), bicicletas e outros são transportes que poderiam solucionar grandes problemas de trânsito e mobilidade urbana. Com melhora na qualidade, mais segurança e maior eficiência, a população pode ser incentivada a utilizar esses meios de transporte, favorecendo com que o trânsito se torne mais focado na circulação desses veículos.

Conforme as tecnologias possibilitem melhorias, os usuários de carros, por exemplo, perceberão que pode valer mais a pena usar o transporte coletivo, aumentando os usuários e diminuindo a poluição, por exemplo.

O Waze é um exemplo de tecnologia que permite com que o deslocamento de um local ao outro evite engarrafamentos e tenha tempo otimizado, tendo em vista que ele seleciona o caminho mais rápido e sem trânsito para que as viagens se tornem mais tranquilas e eficazes.