FAQ

TRABALHO NA ALEMANHA

Está pensando em estudar e/ou construir uma parte de sua carreira na Alemanha? A VDI-Brasil, maior plataforma de intercâmbio e cooperação em engenharia Brasil-Alemanha, disponibiliza a você, estudante ou profissional de engenharia, dicas e orientações relacionadas ao trabalho na Alemanha. Além deste norte inicial, os nossos associados recebem informações exclusivas sobre tendências, oportunidades e boas-práticas em engenharia.

Sabia que você pode se associar gratuitamente? Saiba mais!

Ressaltamos que não podemos garantir a atualidade de todas as informações aqui disponibilizadas e, portanto, não podemos nos responsabilizar por eventuais divergências. Para mais informações entre em contato conosco.

 

  • O passaporte europeu facilita e elimina diversas burocracias e permite adquirir todos os direitos do país, porém não há obrigatoriedade de tê-lo para trabalhar na Alemanha.
  • Para quem não possui o passaporte europeu, podemos citar 3 vistos que permitem trabalhar na Alemanha:
    • Visto de Trabalho: é o caso de conseguir uma oportunidade de emprego na Alemanha estando no Brasil. Será necessário solicitar este visto para realizar as etapas do processo seletivo. Se o empregador achar necessário poderá solicitar uma entrada de agilização do visto para especialistas (trabalhador qualificado);
    • Visto para procurar vaga de emprego: O intuito é permitir que profissionais com diplomas de ensino superior ou uma formação reconhecida na Alemanha possa procurar uma vaga de emprego durante 6 meses, porém não poderá exercer atividades remuneradas. Com o emprego efetivado, deverá comparecer ao Departamento de Estrangeiro para solicitar a autorização de residência;
    • Fazer e concluir um curso superior na Alemanha resulta em um direito de procurar um emprego na sua área de qualificação durante 18 meses com o visto específico para essa finalidade.

Para verificar e validar o diploma, há algumas informações relevantes:

  • CREA (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia): possuindo o registro no órgão, terá a possibilidade de ter o diploma válido na Alemanha;
  • O site Anabin permite a verificação se a Instituição de Ensino é reconhecida na Alemanha;
  • A autenticação de todos os documentos referentes ao curso concluído se dá mediante ao consulado alemão, devendo pagar uma taxa conforme o grau de escolaridade;
  • O ZAB (Zentralstelle für ausländisches Bildungswesen) disponibiliza um formulário a ser preenchido para comparação de disciplinas cursadas com as que existem na Alemanha;
  • O que vale, realmente, é o reconhecimento da empresa contratante, isto é, se o aprova como um engenheiro qualificado. Todavia, dependendo da área designada e do estado alemão que irá atuar, haverá necessidade de uma autorização por uma entidade terceira.

Não existe nível mínimo para conseguir trabalhar na Alemanha, ainda mais em empregos de alta especialização e principalmente se possuir conhecimentos avançados/fluente em inglês. Entretanto, demonstrar interesse e ir atrás de aprender o idioma é um requisito importante, pois irá ajudá-lo não apenas no trabalho mas também na convivência pessoal na Alemanha. De modo geral, cabe ao empregador definir as exigências do domínio do idioma e não às autoridades.

Os recrutamentos atuais tendem a ser por meios digitais, no entanto o contato pessoal resulta em expandir mais oportunidades e informações referentes a este novo ciclo da carreira. A VDI oferece eventos de recrutamento, o site ingenieur.de contém todas as informações sobre como participar.

Alguns sites para buscar vagas são:

Além dos sites de vagas, também é possível buscar por meio de redes sociais como LinkedIn, comunidades no Facebook e agências de emprego, como: Otto, Zalando e Immigrantspirit.

CURRÍCULO
BRASIL ALEMANHA
Design Folha padrão com limite de até 3 páginas Folha em estrutura tabelar, ou seja, dividido em 2 colunas em uma página

Folha padrão com limite de até 2 páginas

Formatação De acordo com a norma ABNT Bem estruturado, organizado e de fácil leitura
Cabeçalho Nome, data de nascimento, idade, e-mail, endereço, telefone, estado civil, naturalidade Nome, endereço, telefone, e-mail, data de nascimento, idade, local de nascimento, estado civil, número de filhos
Foto Só deve ser enviada se o empregador solicitar Obrigatória no início do CV
Objetivo Obrigatório mencionar de forma direta qual é a posição de interesse Não é obrigatório
Resumo pessoal Habilidades, conhecimentos e experiências que possui e serão positivos para a posição e companhia Descrever resumidamente suas habilidades, experiência e credenciais
Formação acadêmica Em ordem inversa-cronológica mencionar, pelo menos, as 3 últimas formações que possui, colocando o nome da instituição, curso e ano ou previsão de término Em ordem inversa-cronológica, indo todo o caminho de volta ao ensino médio. Cada entrada deve incluir o nome da instituição, a área de estudo e ano
Experiência profissional Mencionar trabalhos anteriores que sejam relevantes, temporários ou permanentes e inclusive estágios ou trabalhos voluntários, informando datas, funções, empresas e locais para cada um Histórico de trabalho em ordem cronológica inversa. Incluir as datas e a localização de cada posição, e ser claro sobre a indústria e posição específica que trabalhou
Cursos complementares Cursos extracurriculares ou de curta duração e workshops. Mencionar o nome da instituição, carga horária, mês e ano de início e término Opcional, são habilidades adquiridas em cursos livres, extensões, ou proficiências linguísticas
Idiomas Obrigatório mencionar os idiomas que possui e seu nível em cada Obrigatório mencionar os idiomas que possui e seu nível em cada
Informática Obrigatório mencionar o conhecimento que possui Obrigatório mencionar o conhecimento que possui

 

  • Carta de apresentação: é um atrativo para as empresas terem uma impressão positiva sobre o candidato. Inicia-se com os dados pessoais e acrescenta-se a data da carta, seguido com uma saudação direta à pessoa responsável, ou, se preferir uma saudação mais habitual. A carta deve ser breve (1 a 2 páginas no máximo) e possuir um bom impacto do porquê se acha apto para ocupar o cargo, suas experiências e habilidades, o motivo de estar se candidatando para aquela empresa, suas metas e ambições. Em outras palavras, deverá vender sua imagem.
  • Dicas: ambos os documentos devem ser adaptados individualmente à empresa que quer se candidatar, logo usar o mesmo currículo e carta de apresentação não é bem reconhecido. Evite usar frases muito utilizadas e genéricas, saia do padrão, seja chamativo e inovador. É recomendado elaborar tanto no idioma alemão quanto, também, em inglês, então verifique sempre a ortografia – que é um dos principais motivos de desclassificação.
  • Modelos: No site Lebenslauf, há modelos de carta de apresentação e currículo. Mas o recomendado é apenas usar como exemplo e criar uma com suas próprias palavras.

O custo de vida na Alemanha baseia-se no aluguel, renda, transporte, passeios, quantidades de pessoas que moram com você, ou seja, tudo ao seu redor. Os sites Numbeo e EuroDicas fornecem dados atualizados e recentes sobre esses custos.

Sim, é possível. Se você quer estudar, qual seja o nível do grau de escolaridade, poderá trabalhar ao mesmo tempo, tendo o direito de trabalhar 120 dias em período integral (8 horas por dia) ou 240 dias em meio período (4 horas por dia).

As principais áreas com demanda são, segundo pesquisas: engenharia mecânica e engenharia de transportes ferroviários; setor de metalurgia e serviço técnico de automóveis; setor de eletricidade e construção civil.

A VDI é a principal plataforma de networking na Europa, exercendo esta função desde o século XIX. Uma associação, sem fins lucrativos, presente em cada cidade que tem seu alicerce com as universidades para conectar graduandos de engenharia com empresas locais, dando a oportunidade de engenheiros construirem sua carreira. Saiba mais em:  https://www.vdi.de/fileadmin/pages/vdi_de/redakteure/ueber_uns/dateien/VDI-image_brochure.pdf.