Seminário Abiquim de Tecnologia e Inovação 2017

WTC Events Center - Av. das Nações Unidas, 12.551
São Paulo - SP
12/07/2017
A Abiquim realizará nos dias 12 a 13 de julho de 2017, no WTC Events Center, São Paulo (SP), o Seminário Abiquim de Tecnologia e Inovação 2017.
O Seminário Abiquim de Tecnologia e Inovação chega à sua 4ª. edição com o objetivo de promover a integração entre empresas, universidades, centros de pesquisa, instituições de fomento, formuladores de políticas tecnológicas e industriais, além de apresentar às comunidades científica e empresarial problemas típicos da indústria química, bem como discutir e propor soluções para gargalos do desenvolvimento tecnológico do setor no Brasil.
Nesta edição, o evento será realizado dentro do 46º Congresso Mundial de Química (IUPAC 2017), evento internacional com quase 100 anos de existência, e que reúne representantes de dezenas de países de todos os continentes. Sendo realizado na América do Sul pela primeira vez, o IUPAC 2017 terá, além de 4 vencedores do Prêmio Nobel, a participação de estudantes, pós-graduandos, professores, pesquisadores, técnicos, profissionais da indústria e simpatizantes da Química. Durante o evento será lançada a nova tabela periódica, com a inclusão de novos elementos.
A realização conjunta do Seminário Abiquim de Tecnologia e a IUPAC 2017 é uma oportunidade única de integração entre todos aqueles que atuam em tecnologia, pesquisa e inovação em química no Brasil e no mundo.

Programação

12 de Julho

09h00 às 09h30 – Abertura
Fernando Figueiredo – Presidente-Executivo da Abiquim
Deputado João Paulo Papa – Presidente da Frente Parlamentar da Química
Deputado Izalci Lucas – Presidente da Frente Parlamentar de Ciência, Tecnologia e Inovação
09h30 às 10h00 – Palestra
Tecnologias de Conversão de Biomassa para Combustíveis, Químicos e Materiais
Carolina Andrade – ISI Biomassa

10h00 às 10h20 – Coffee-Break
 
10h45 às 12h00 – Painel 1: Soluções tecnológicas da química para o setor de óleo & gás
As indústrias Química e de Óleo e Gás têm um impacto significativo sobre a economia de um país, em razão do número de empregos gerado e, principalmente, da geração de riquezas. Além disso, por estarem posicionados na base, esses segmentos industriais têm influência direta ou indiretamente em todos os outros setores à jusante. Dentro de uma economia que contempla o desenvolvimento industrial como um dos fatores de progresso, é importante discutirmos como os avanços tecnológicos desses segmentos podem ser aspectos importantes na retomada da economia brasileira.
Moderador: Rafael Pellicciotta (Elekeiroz) – Confirmado
Palestrantes:
Guilherme da Fonseca (Oxiteno) – Confirmado
Antonio Pedro (Clariant) – Confirmado
Eder Torres (Solvay) – Confirmado
Rodrigo Pio (Petrobras) – Confirmado
Prof. Edmilson Moutinho (RCGI/USP) – Confirmado
12h30 às 14h20 – Almoço
14h20 às 16h30 – Painel 2: Desafios da Biotecnologia Industrial no Brasil
Além dos desafios tecnológicos, a inovação na área da biotecnologia encontra outros desafios, tais como a adequação dos marcos regulatórios; investimento público e privado; a formação de pessoal qualificado com foco na inovação e voltado para as necessidades da bioindústria e em parceria com o setor empresarial público e privado. Nesse sentido, este painel reunirá representantes do setor privado, do governo e da academia para discutir, de uma maneira ampla, os desafios da Biotecnologia Industrial no Brasil.
Moderador: Paulo Coutinho (Senai-Cetiqt) – Confirmado
Palestrantes:
Gabriel Gorescu (Solvay) – Confirmado
Bernardo Silva (ABBI) – Confirmado
Denise Ferreira (CAS) – Confirmado
Giani Valent (Amyris) – Confirmado
16h30 às 17h00 – Palestra
Palestra – Anpei

13 de Julho

09h00 às 09h30 – Palestra
Palestra – Embrapii
09h30 às 10h00 – Palestra
Luís Gustavo Pereira – Ecolab
10h00 às 10h20 – Coffee-Break
 
10h45 às 12h00 – Painel 3: O setor químico e a Indústria 4.0
A aplicação em larga escala da digitalização à produção industrial deu origem ao conceito manufatura avançada. Devido aos impactos significativos da digitalização tanto na produção quanto no desenvolvimento de produtos e processos, tais mudanças têm sido consideradas como a quarta revolução industrial, dando origem ao termo indústria 4.0.
As empresas que não adotarem as tecnologias digitais terão muita dificuldade de se manter competitivas e, consequentemente, no mercado. Nesse contexto, esse painel tem o objetivo de trazer a discussão de como as empresas serão impactadas por essa revolução ressaltando as principais oportunidades e desafios para o setor químico.
Moderador: Johannes Klingberg (VDI) – Confirmado
Palestrantes:
Willi Nass (Basf) – Confirmado
Jatyr Drudi Jr (Ecolab) – Confirmado
Pof. Dr. Willi Meier (Dechema) – Confirmado
Luis Arouche (IBM) – Confirmado
12h30 às 14h20 – Almoço
14h20 às 16h30 – Painel 4: Venture Capital como Mecanismo de fomento à inovação 
Nos últimos anos, diversas iniciativas foram lançadas visando a construir um novo ecossistema de inovação no Brasil. Este painel discutirá o Venture Capital como possibilidade para o estabelecimento de uma nova proposta de valor, posicionamento aos negócios e captação de recursos financeiros com cases de empresas relacionadas à Química.
Moderador: Rafael Navarro (Braskem) – Confirmado
Palestrantes:
Ângela Ximenes (ABVCAP) – Confirmado
Jairo Margatho (INSEED) – Confirmado
Almir Araújo (BASF) – Confirmado
Juliano Andrade (Oxiambiental) – Confirmado
Igor Santiago (I.Systems) – Confirmado
16h30 às 17h00 – Encerramento
Marcos De Marchi – Presidente do Conselho Diretor da Abiquim

Investimento por participante

Associados Abiquim
R$ 970,00

Não Associados Abiquim
R$ 1.900,00

Por serem eventos conjuntos, a inscrição no Seminário Abiquim de Tecnologia e Inovação 2017 também dá direito de participação no Congresso Mundial de Química, de 9 a 14 de julho.

Inscrições

Para mais informações e para efetuar inscrições, clique aqui.
Informações sobre o Congresso Mundial de Química (IUPAC 2017), clique aqui.

Parceiros VDI-Brasil 2017

Diamante

Ouro

Prata

Informações

Nome*

E-mail*

Telefone*

Mensagem*